Início do Conteúdo

Governança Corporativa é o sistema pelo qual as organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo as práticas e os relacionamentos entre proprietários, conselho de administração, diretoria e órgãos de controle. As boas práticas de Governança Corporativa convertem princípios em recomendações objetivas, alinhando interesses com a finalidade de preservar e otimizar o valor  da organização.

Os princípios básicos são: transparência, equidade, prestação de contas (accountability) e responsabilidade corporativa. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui. Para conhecer as Resoluções CGPAR, clique aqui.

Atos Societários

Assembleia Geral



Comitê de Elegibilidade
O Comitê de Elegibilidade é o órgão responsável por:
- opinar, de modo a auxiliar a União na indicação de administradores e conselheiros fiscais, sobre o preenchimento dos requisitos e a ausência de vedações para as respectivas eleições; e
- verificar a conformidade do processo de avaliação dos administradores e conselheiros fiscais.
 
Conforme o Estatuto Social do HCPA, deve ser constituído por três membros, sendo:
- um membro do Conselho de Administração;
- um empregado em atividade na Auditoria Interna;
- um empregado da Coordenadoria de Gestão de Pessoas.
 
Atualmente o Comitê está constituído através do Ato nº 103/2018
 


Comitê de Auditoria Estatutário


Conselho Fiscal

Conselho de Administração

Diretoria Executiva

Demonstrações Contábeis

Relatórios de Gestão

Auditorias: interna e externa 

Coordenadoria de Gestão de Riscos e Integridade Corporativa

Objetivos da Gestão de Risco e Integridade

A Coordenadoria de Gestão de Riscos e integridade Corporativa (CGRIC) foi criada em 2017, por determinação da Lei 13.303, de 30 de junho de 2016, estabelecendo que as empresas públicas deveriam implantar uma área de gestão de riscos e integridade corporativa.

Tem como objetivo assessorar a presidência do HCPA no controle da gestão, visando a prevenção de riscos  e a integridade corporativa da instituição.


Riscos corporativos 

A gestão dos riscos corporativos é efetuada pela CGRIC, que desenvolve ações de capacitação e auxilia os gestores no estabelecimento de níveis adequados de aceitabilidade de risco e de suficiência dos controles internos.

A definição das áreas para mapeamento e avaliação de riscos corporativos considera a relevância e o risco inerente de cada processo. Os riscos são identificados pelos gestores que, em 2018, destacaram que a atividade hospitalar está sujeita a riscos assistenciais e corporativos, que podem comprometer negativamente os resultados esperados.
Como instituição acreditada internacionalmente – e, portanto, compromissada com a qualidade e segurança da assistência – e empresa pública alinhada a práticas de compliance, o HCPA possui ações sistemáticas para identificação, monitoramento e mitigação dos riscos aos quais está exposto, procurando minimizar seus impactos.

Riscos assistenciais

O HCPA conta com a Gerência de Risco Sanitário-Hospitalar (GR) para avaliar e combater os riscos à saúde e segurança dos pacientes. Uma de suas principais frentes de atuação diz respeito ao monitoramento de incidentes e eventos que poderiam ter resultado ou resultaram em dano ao paciente, compreendendo as seguintes categorias: circunstância notificável, quase erro, incidente sem dano incidente com dano (evento adverso).

Em 2018, houve registro de 3.813 incidentes e eventos adversos. Destes, 28 foram classificados como eventos adversos graves (0,7%), agrupados em seis segmentos, que geraram a adoção de medidas e planos de melhoria específicos. 

Riscos internos

 Financeiros I de imagem  I de pessoal I tecnológicos.

Rscos externos

Econômicos I legais e regulatórios I socioambientais I naturais I tecnológicos.

Integridade

O incentivo à ética e à conduta adequada de todos os colaboradores é uma prática constante no HCPA.  A direção, comunidade interna e terceiros têm sua conduta norteada pelos princípios de integridade corporativa, que visam garantir a proteção do interesse público e a promoção do bem comum.

A instituição conta com um Código de Conduta e Integridade, que é amplamente divulgado por meio de campanhas institucionais e cursos em plataforma digital. Quando há ciência de eventual dano ao erário ou ocorrências disciplinares, os fatos são apurados em sindicância ou Processo Administrativo Disciplinar, conforme avaliação e decisão da Diretoria Executiva. Destacam-se, ainda, os controles de acesso ao patrimônio e aos sistemas informatizados e bancos de dados da empresa. São definidos diferentes perfis de acesso, de acordo com as atribuições de cada função, e as aprovações e controles ocorrem dentro do sistema hierárquico existente.

Localização
A Coordenadoria de Gestão de Riscos e Integridade Corporativa funciona provisoriamente no 1º andar - sala da Ouvidoria.

Atendimento presencial
De segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Outras formas de atendimento
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fone: (51) 3359.7463

 

Conteúdo revisado em 6/8/2019 (em atualização)