Início do Conteúdo

Frutas, grãos, verduras e legumes cultivados por agricultores familiares já fazem parte da alimentação dos pacientes e equipes do HCPA. Além dos ganhos nutricionais, a medida movimenta os produtores locais e traz economia para instituição. Agora, o hospital prepara uma nova chamada, contemplando ainda mais produtos. 

Para a nova etapa, que deve ser lançada ainda em novembro, o Clínicas pretende ampliar a gama de produtos da agricultura familiar, e também de orgânicos para chegar a uma economia de R$ 109 mil em relação a produtos de fornecedores convencionais. 

377061df ffc4 4741 8ecc 9f09dfb80124

Para a chefe do Serviço de Nutrição, professora Vera Lúcia Bosa, trata-se de um tema de relevância social e nutricional. “O hospital, por ser uma empresa pública, contribui com o desenvolvimento local dos agricultores  familiares. Como promotor da saúde, oferece alimentos mais saudáveis, menos processados e com uma qualidade nutricional diferenciada que contribui até na recuperação dos pacientes. Fica evidente  a preocupação do HCPA com os pacientes, funcionários e a sociedade em que está inserido ”, explica. 

03ea0096 6947 4ece ae4c 51e2e17b90cd

Conforme a chefe de Serviço de Planejamento da Coordenadoria de Suprimentos, Luciane Camillo de Magalhães, durante 2020, mesmo com a pandemia, as compras da agricultura familiar já chegaram a R$ 370 mil, mais do que o dobro dos R$ 169 mil de 2019. 

480a46cd cbcc 4de9 965a 95f95b0718f7