Início do Conteúdo
O HCPA nunca para. Enquanto segue na linha de frente no combate à Covid-19 e começa a instalar emergencialmente dez leitos de CTI para atendimento de casos graves da doença, também dá sequência ao plano de ocupação gradual dos novos blocos.
Na manhã desta quarta, 25, caminhões descarregaram a primeira leva de equipamentos, licitados em 2019, que somarão 45 toneladas no total. Eles são destinados ao novo Centro de Material e Esterilização (CME), que será instalado no Bloco B. 
Importados dos Estados Unidos e Canadá e representando um investimento de mais de 2 milhões de dólares, os equipamentos são essenciais para o funcionamento das demais áreas que serão instaladas no novo prédio, como o Bloco Cirúrgico e o Centro de Tratamento Intensivo.
 
Mais segurança e menor carga de trabalho
Os destaques são equipamentos que passam a realizar tarefas hoje realizadas manualmente, esterilizando grandes volumes simultaneamente e em curto espaço de tempo. Isso torna a assistência ainda mais segura e reduz a carga de trabalho dos profissionais.
Um deles é a "lavadora de carros", capaz de lavar não só grande volume de instrumentais, mas até mesmo carros de transporte de materiais usados na assitência e cirurgias, ou mesmo uma cama hospitalar. Já a "lavadora de túnel" lava, com grande rapidez e qualidade, materiais de videocirurgia e instrumentais, além de fazer a desinfecção automatizada de materiais de ventilação.
O lote conta ainda, com seis esterilizadoras de vapor para materiais e roupas com capacidade aproximada de 800 litros cada; esterilizadoras de baixa temperatura para materiais sensíveis ao calor; e lavadoras ultrassonicas de grande porte para materiais canulados e cirurgia robótica.